Atividade física, saúde e emagrecimento

A OBEObesidadeSIDADE é um problema de saúde mundial, e já é considerado o distúrbio nutricional mais importante do mundo (HAUSER et al., 2004). A principal causa é o desequilíbrio crônico entre ingesta e gasto calórico, proporcionando assim, acúmulo de energia em forma de gordura corporal (HAMID, 2003). Esse distúrbio leva o indivíduo a uma maior propensão no desenvolvimento de doenças crônico-degenerativas, e está estreitamente relacionada com o estilo de vida inadequado, má alimentação, problemas emocionais, fatores sócio-culturais, fatores étnicos e endógenos (SOUZA e VIRTUOSO, 2005). A obesidade não tem causa única, e ela provém de vários fatores que estão relacionados entre si. No entanto, vale ressaltar que a principal causa da obesidade é a ingesta calórica descontrolada (excesso de comida).

O tratamento da obesidade é complexo e requer algumas alterações no cotidiano do indivíduo e exige esforços para a mudança no estilo de vida, como por exemplo, iniciação e manutenção em algum programa de atividade física e mudança nos hábitos alimentares.

Como podemos evitar e combater essa situação?

Para este fim, a formula é única! Chama-se “BALANÇO CALÓRICO NEGATIVO (BCN)”, ou seja, seu gasto calórico deve superar sua ingesta! O BCN pode ser conseguido de 3 formas: 1. > gasto calórico (exercício físico); 2. < ingesta calórica (dieta) e 3. > gasto calórico + < ingesta calórica (forma mais eficiente e segura para o emagrecimento).

Com relação ao exercício físico, qual seria o melhor?

Essa é uma pergunta muito difícil de se responder! Haja visto, que cada um tem sua atividade de preferência e que acha mais prazerosa. Sendo assim, esse seria o melhor exercício para emagrecer, ou seja, uma atividade que lhe agrade e você consiga realizar por tempo prolongado (meses ou até mesmo anos). Portanto, o mais importante é gastar energia, independente do exercício escolhido.

Vale ressaltar que além do emagrecimento, alguns exercícios podem proporcionar manutenção e/ou aumento da massa magra (KRAEMER et al., 2004), maior utilização de gordura como substrato energético, melhorando assim a composição corporal e aumento da capacidade cardiorrespiratória (SANTOS e col., 2002), consequentemente melhor qualidade de vida (SOUZA e VIRTUOSO, 2005). Além disso, esses componentes favorecem uma melhora na estética corporal. Fique atento! O processo de ganho de peso não acontece da noite para o dia, não é verdade? Portanto, o contrário também é verdadeiro. Sendo assim, não acredite em fórmulas milagrosas essas podem até lhe proporcionar grandes perdas de peso, no entanto, podem também causar sérios danos a sua SAÚDE, além do que, quando essas fórmulas acabarem a probabilidade de seu peso voltar ao que era antes ou até mesmo a valores maiores é muito grande. Outro ponto de suma importância é a manutenção do peso corporal e essa condição é totalmente dependente do seu nível de atividade física e alimentação. Logo, manter-se engajado em um programa regular de exercícios físicos e uma reeducação alimentar serão necessários. Com eles você conseguirá manter em equilíbrio as necessidades biológicas, diminuindo o risco de novos desequilíbrios energéticos (aumento de massa gorda) e conseqüentemente um novo ganho de peso indesejado!